LIPOLASER

O LIPOLASER é uma técnica minimamente invasiva, com eficácia garantida em apenas uma única sessão de tratamento, com duração aproximada de 60 minutos.

O tratamento LIPOLASER é a evolução genial da Lipoaspiração tradicional, mas sem os riscos desta última.

O aspecto verdadeiramente inovador desta técnica é que, para além de remover a gordura localizada, possibilita eliminar a flacidez em áreas tão sensíveis como a parte interna das coxas, braços, queixo, joelhos, etc, produzindo uma grande contração do tecido recuperando a pele a sua elasticidade. Após uma sessão de LIPOLASER o contorno do corpo fica idealmente uniforme sem os “buracos” originados pela Lipoaspiração.

O LIPOLASER é uma técnica:

  • Realizada por pessoal médico;
  • Praticamente indolor;
  • Não necessita de internamento hospitalar;
  • Realizada com anestesia local;
  • Permite o regresso imediato ao cotidiano.

Três fases numa única sessão:

  • Fase 1: Lipólise, ou dissolução da gordura
  • Fase 2: Aspiração e remoção da gordura
  • Fase 3: Retracção da pele

A terceira fase é uma inovação e uma melhoria em relação a outras técnicas de remodelação da figura, resultando numa perda de volume localizada, diminuindo também a celulite e eliminando a flacidez da pele.

As principais áreas de atuação do LIPOLASER são:

  • Abdômen
  • Flancos
  • Parte interna das coxas
  • Joelhos
  • Braços
  • Queixo duplo
  • Glútens
  • Mamas (no caso dos homens)

A lipoaspiração tradicional X LIPOLASER

Está bem documentado que o LIPOLASER, é um procedimento mais seguro e produz melhores resultados com menos complicações do que a Lipoaspiração tradicional. Quando comparados com pacientes submetidos à Lipoaspiração tradicional, os pacientes do LIPOLASER experimentaram uma recuperação mais rápida. Na técnica a laser também não ocorre nenhuma cicatriz e a maioria dos pacientes readquire uma pele lisa após o procedimento, em comparação com a pele solta característica da Lipoaspiração.

Diferenças ao nível da anestesia

Na Lipoaspiração tradicional é necessária anestesia geral, o que potencia o risco de complicações pós-operatórias, incluindo a morte de 1 em 100.000 pacientes.

O LIPOLASER realiza-se sob anestesia local. O paciente está acordado e alerta durante o procedimento e pode comunicar com os médicos para descrever qualquer tipo de desconforto ou sensação incomum.

Estar acordado durante o procedimento proporciona um triplo benefício:

  • Baixa o risco de complicações derivadas da anestesia.
  • Permite a capacidade de comunicar com o seu médico durante o procedimento.
  • Permite abandonar pelo seu pé a clínica em duas ou três horas

Uma pele mais firme após o procedimento

Na lipoaspiração tradicional é introduzido um tubo de metal no corpo e através da sua movimentação o médico rompe o tecido adiposo. As células de gordura são sugados para fora do corpo em estado sólido, deixando por vezes “covinhas” nas áreas onde foram removidas. Muitos pacientes submetidos à Lipoaspiração tradicional apresentam flacidez da pele na área onde a gordura foi removido. Esse excesso de pele, além de não ser esteticamente agradável, pode promover o aparecimento de uma infecção e consequentes problemas de saúde. Por outro lado, para eliminar essa pele em excesso poderá ser necessário realizar uma cirurgia, com a forte probabilidade da cicatriz ficar visível.

No LIPOLASER é inserida, por um pequeno orifício no corpo, a fibra óptica com a espessura de um esparguete. Geralmente em um ou dois pontos por área, com cicatrizes muito finas e imperceptíveis após algumas semanas. O laser liquefaz as células de gordura que são sugadas do corpo no estado líquido.

As propriedades do laser térmico permitem também a retração do tecido, tornando um corpo LIPOLASER numa verdadeira escultura técnica.

Sem nódoas negras, sem hemorragias e sem infecções

A Lipoaspiração tradicional requer um instrumento cirúrgico com espessura mais volumosa do que no caso do LIPOLASER, também a técnica usada para romper o tecido adiposo é muito mais agressiva, originando hematomas. A hemorragia, no caso da Lipoaspiração tradicional é também um fator de risco, pois pode ocorrer a lesão de um vaso sanguíneo durante o procedimento.

A Lipoaspiração a laser é muito mais benigna, pois as incisões onde entra o laser de fibra são muito menores, criando pequenos túneis no tecido adiposo. Assim como o risco de infecção é muito baixo.

Recuperação

Na Lipoaspiração tradicional, os pacientes geralmente cumprem o período de recuperação num hospital. Os pacientes geralmente requerem um amigo ou parente para auxiliá-los durante vários dias após o procedimento. Não é possível trabalhar ou realizar as atividades normais durante uma ou duas semanas.

O período de recuperação do LIPOLASER varia de paciente para paciente, mas a maioria daqueles que se submeteram a esta intervenção, regressaram ao trabalho e às suas atividades diárias mais rápido do que os pacientes Lipoaspiração tradicional. Na verdade, a maioria volta ao trabalho e às atividades normais, um ou dois dias após o procedimento.

Conclusão

O LIPOLASER não só proporciona uma experiência menos dolorosa e menos traumática para o paciente, como também é um procedimento mais seguro, comparativamente com a Lipoaspiração convencional. Apresenta, também, menor incidência de hemorragia, coágulos de sangue e outras complicações graves. Os pacientes ficam em geral mais satisfeitos com os resultados da lipólise do laser. Os resultados são plenamente visíveis de 3 a 6 meses após a intervenção.